O Sport provou, mais uma vez, que pode ir longe e perdeu com postura de vencedor

Atletico-MG-Campeonato-Brasileiro-CantiniAtleticoMG_LANIMA20150708_0403_53

Por Alessandro Matias

Atlético MG e Sport fizeram o melhor jogo do ano, até agora, no Brasileirão 2015 e as duas equipes demostraram, literalmente, o que as suas torcidas queriam: uma batalha de grandes.

De início não podemos deixar de destacar, de forma negativa, a atuação do juiz. Falhou feio em várias faltas e principalmente quando era para converter em favor do leão. Já alertávamos, entre tantas falhas passadas em jogos do Sport, que era um juiz “caseiro”.

Esquecendo o apito, o jogo foi digno de duas equipes que irão aprontar e demostrar as suas superioridades. O Sport atuou com uma precisão tática e postura em campo muito peculiar. Fez e agiu de forma precisa e já esperada por quem acompanha de perto o time.

Em um momento onde tanto se falava de uma sequência de jogos difíceis (e de fato é) e que o campeonato “começava” ontem, o time demostrou para todos que sabe se postar bem. Atuou contra o time mineiro com experiência de elenco rodado para encarar não somente o bom time do galo, em seus domínios, como também qualquer estádio lotado. Alguma dúvida ainda que o Sport tem bagagem para a competição? Eu não!

Restou evidenciado que o clube precisa urgentemente de peças para reposição em um campeonato longo como o atual. Não pode um time que quer chegar longe ter um banco de reservas como o de ontem. Um grande exemplo é o Mike. Como sempre: não ajuda e não faz diferença em nenhuma situação, infelizmente.

Esperar o Brocador é considerado normal e a torcida tem que aguardar. Um atacante desse calibre não é fácil no mercado. O que não pode é o time, torcida e diretoria ficarem “de barriga gelada” a cada cartão ou contusão de atletas. É um tal de olhar para o banco e duvidar da potência e manutenção do equilíbrio no futebol apresentado a cada jogo. Emoção é sempre bem vinda. Neste caso, não. A solução está no mercado: contratar e municiar o elenco.

Uma boa surpresa foi a atuação do garoto Wallace. Mostrou que pode ter mais chances no elenco e que quer crescer no futebol profissional. Entretanto, fica o alerta de sempre: não é ainda uma solução e apenas alguns minutos em campo não afirmam tanta coisa. É questão de tempo e paciência.

O Sport provou, mais uma vez, que pode ir longe e perdeu com postura de vencedor.

Alessandro Matias é editor do site Eu Pratico Sport e blogueiro do Globoesporte.com

O texto não reflete, necessariamente, a opinião do site Leões do Cerrado.

rodape1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *