A lição da Sula

image

Por Henrique Santos

O Sport não conseguiu avançar às quartas-de-final da Copa Sul-Americana. Em mais uma noite pouco inspirada, o Leão amargou uma derrota por 3×0 para o Huracán, e ainda teve 2 jogadores expulsos, Ferrugem e Wendel, além do técnico Falcão.

É bem verdade que a participação do Sport na Copa foi sempre conturbada, ora não era prioridade, ora o foco era a Série A, ora as viagens atrapalhariam, e acho que tudo isso contribuiu para mais uma lamentável participação, a 3ª em sequencia e todas fracassadas.

Mas em todas as derrotas podemos tirar lições. A primeira é que a Diretoria e a Comissão Técnica em 2016 precisam parar com a palavra “prioridade” dentro do clube. A prioridade do Sport é ser campeão. Com exceção da Série A, todos os torneios que disputamos este ano tínhamos condições de ser, no mínimo, finalista. A segunda lição, e diria mais aprendizado do que lição, é que a marca Sport Club do Recife é desconhecida no cenário internacional, o tradicional “falta camisa” ainda está impregnado no Sport. Mas a única forma de mudar esse panorama é jogando as competições internacionais.

Ouvi um comentário numa rádio no qual sugeriram o Sport não mais jogar a Copa Sul-Americana. Eu diria que isso é de uma falta de visão absurda, para ser bem educado. Uma das ferramentas de gestão é a análise de ambiente. Se você tem uma oportunidade de disputar um torneio internacional, mas tem fraquezas, você tem aqui uma oportunidade de crescimento. É isso que buscamos. Crescer. Ganhar “camisa”. Quem não perde jogo na Copa é quem não disputa.

Não tenho dúvidas de que com 6 ou 7 participações consecutivas iremos numa dessas chegar longe. O Sport nunca tinha jogado em solo argentino. O rubro-negro da Ilha, hoje, é um time caseiro e, desculpem o termo, provinciano. Peço espaço para ser redundante, mas só deixaremos de sê-lo participando de Copas internacionais, ousando por o pé fora da calçada.

Henrique Santos mora em Brasília-DF e integra o Podcast Rápidas no Eu Pratico Sport e a equipe da Leões do Cerrado.

wpid-rodape1.png

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *