Caiu na Ilha é Fariseu

Sport_-_Caldeirão_da_Ilha

Por Ivo Mascena

“Eu, eu, eu: caiu na Ilha é Fariseu! “ . A Ilha de Lost. Jogar na Ilha é muito difícil! A torcida do Sport incentiva o time o tempo todo. Bombonilha…

O fator Ilha sempre foi um importante aliado para nosso time. Um peso grande para fazer uma boa campanha – ou para não cair. O estádio com estrutura antiga mas com uma acústica que reflete todo o som para o centro do campo, um gramado com segredos maçônicos que só os iniciados sabem ler, o local do por-do-sol e, mais recentemente, os “camarotes” dos prédios vizinhos de alto padrão acompanhando o jogo. Não coincidentemente, sempre que o Sport perdeu mais de três ou quatro jogos na Ilha, caiu.

Assistir a uma invencibilidade de 20 jogos na Ilha, amanhã contra o Coritiba, nos traz a esperança de que esta aura cresça e volte a assustar os adversários. Quem vier jogar na Ilha tem que vir com receio, respeitando o Sport. O adversário tem que tremer. Se fizer um gol no Sport, vai ouvir a torcida gritando e empurrando o time rumo ao gol do empate e, após este, vai se desestabilizar com o cazá, cazá e tomar o segundo.

O grito do torcedor é doping natural para os jogadores. Jogadores medianos muitas vezes têm seu dia de craque quando ouvem a torcida incentivando, aplaudindo e cantando seu nome. Essa deve ser a marca da Ilha. Nossos jogadores têm que incorporar que nenhum ponto perdido dentro da Ilha é resultado normal de jogo.

O torcedor por sua vez, deve ter mais paciência com alguns jogadores e deixar a vaia para o intervalo. Cantar os noventa minutos que “esse ano nosso time vai ser mesmo campeão”. Temos que ser um fator de soma.

Certa vez um amigo mencionou que a burrice é uma grandeza escalar, pois se soma de qualquer jeito, e a inteligência, uma grandeza vetorial, já que para gerar um número maior, tem que ter a mesma direção e o mesmo sentido. Time e torcida tem que jogar juntos, olhando para o mesmo lado.

Dá-lhe Leão!!!

Ivo é natural de Recife e reside em Brasília/DF

O texto não reflete, necessariamente, a opinião do site Leões do Cerrado.

 

zedoradio

Texto dedicado a Zé do Rádio, que era um dos que compunham o fator campo para o Sport. Descanse em paz, irmão.

 

rodape

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *