Comunicado Oficial: Consulado do Sport em Brasília

lc

Torcedor rubro-negro,

Dentro de alguns dias, em data e horário a serem amplamente divulgados, a Leões do Cerrado receberá do Sport Club do Recife, o título de CONSULADO DO SPORT EM BRASÍLIA. Por oportuno, aduzimos que já foram cumpridos alguns procedimentos, inclusive com a realização, em 13 de agosto, de uma reunião formal, em que foi escolhido Ailton Valença como Cônsul Representante para as tratativas com a Vice Presidência Social do Sport.

A Diretoria do SPORT criou o “PROGRAMA CONSULADOS DO SPORT”, “com o objetivo de fomentar a reunião organizada de torcedores do Sport a fim de estreitar os laços entre o clube e seus aficionados, difundir a importância de se tornar e manter-se sócio do clube, bem como viabilizar ações de valorização do quadro associativo e de marketing”.

Enfatizamos que todos os rubro-negros que frequentam a sede da Leões do Cerrado para torcer pelo Sport estão convidados a se engajarem nesta missão, sejam sócios ou não do clube, sejam contribuintes ou não da Leões – o comparecimento em dias de jogos continuará sendo o mais importante para a perenidade do grupo.

Que fique claro para todos que este não será apenas um título honorífico. A partir de agora a Leões do Cerrado assume um maior protagonismo dentro da instituição Sport Club do Recife, com deveres e responsabilidades já elencados no regulamento do programa, cujos pontos principais estão a seguir, e pelo que sugerimos a leitura:

PONTOS DO REGULAMENTO de interesse.

– A apresentação da relação de sócios é condição essencial para obtenção do título de Consulado do Sport. Temos que incentivar a associação ao SPORT.

– Apenas o Grupo Pretendente formado por torcedores idôneos, sem histórico conhecido de atos e/ou práticas que contrariem o Estatuto do Clube, a honra e o orgulho rubro negro, a moral e os bons costumes e as normas jurídicas vigentes, estará apto a receber o título de Consulado do Sport.

– Cada Consulado poderá editar suas normas de organização e funcionamento, desde que não conflite com o Estatuto do Clube, com este Regulamento ou com as normas jurídicas em vigor.

– O Gestor do Programa poderá exigir a modificação de regra ou prática adotada pelo Consulado que contrarie as disposições do Estatuto do Clube, deste Regulamento ou que de qualquer forma prejudique, efetiva ou potencialmente, os interesses comerciais, esportivos, sociais, financeiro ou administrativo do Sport.

– É permitido ao Consulado receber doações espontâneas de seus integrantes exclusivamente para custear as despesas decorrentes de sua organização e manutenção, observada as restrições estabelecidas no item 8.1 deste Regulamento.

– É vedado aos Consulados exigir qualquer espécie de contribuição, ainda que para custeio de despesas referente a sua organização e manutenção, como condição para ingresso, permanência e/ou participação de seus integrantes.

– O relacionamento dos Consulados com o Clube será mantido entre a Vice Presidência Social do Sport, Gestora do Programa, e o Cônsul Representante de cada Consulado.

– A participação no Programa Consulados do Sport não implica em qualquer tipo de vínculo jurídico, notadamente de ordem trabalhista, cível ou tributária, entre os Consulados, seus integrantes e o Clube, sendo certo que a adesão e permanência no programa se dará de forma voluntária, espontânea e graciosa.

– O Sport não concederá qualquer tipo de pagamento, incentivo ou subvenção pecuniária para organização, instalação ou funcionamento dos Consulados.

– Não será exigido dos Consulados nenhuma espécie de pagamento em dinheiro ou cumprimento de obrigações diversas das previstas neste Regulamento para adesão e permanência do programa.

– O Sport é responsável pela guarda e sigilo dos dados e informações prestadas pelos integrantes dos Consulados, podendo, contudo ceder tais dados e informações aos seus parceiros comerciais e patrocinadores para fins de divulgação de campanhas e ações de marketing, publicidade e propaganda junto aos Consulados e seus integrantes.

– Ao se inscreverem e/ou aderirem ao programa Consulados do Sport, os integrantes dos Grupos Pretendentes ou Consulados declaram-se cientes do conteúdo do Item anterior e autorizam o Sport a ceder os dados e informações pessoais que lhe foram confiados aos seus parceiros comerciais e patrocinadores para os fins acima especificados.

– Toda comunicação promovida pelo Consulado, junto aos seus integrantes ou terceiros, deve incluir o e-mail e telefone do Gestor do Programa antecedido da palavra “Ouvidoria”.

– Os Consulados e seus integrantes não representam a instituição Sport Club do Recife em qualquer conjuntura ou ocasião.

– A inscrição e adesão ao programa Consulados do Sport obriga os Consulados e seus integrantes a portarem-se de acordo com as normas editadas pelo Clube, especialmente o seu Estatuto e as previstas neste Regulamento.

– É dever especial dos Consulados e de seus integrantes, sem prejuízo de outras obrigações eventualmente fixadas pelo clube:

a. Estimular o espírito associativo entre os integrantes do Consulado, fomentando a captação de novos sócios do Clube na sua área de atuação.

b. Consolidar e difundir os laços de união que deve existir entre todos os RUBRO-NEGROS e o espírito de amor incondicional ao Clube, regido pelo lema PELO SPORT TUDO!

c. Receber e apoiar as delegações de todas as modalidades do Clube quando participem de treinamentos e/ou jogos, oficiais ou amistosos, na sua área de atuação ou nas proximidades dela.

d. Participar e prestar apoio, quando solicitado, em ações, campanhas ou qualquer tipo de manifestação promovida pelo Gestor do Programa ou qualquer Diretoria ou Departamento do Clube.

e. Difundir nos meios de comunicação local, informações importantes geradas pela assessoria de imprensa do Sport Club do Recife.

f. Organizar pelo menos um encontro mensal entre seus integrantes, independentemente da disputa de partidas por times de qualquer modalidade do clube.

g. Apresentar ao final de cada ano civil informativo das atividades realizadas pelo Consulado durante o período, inclusive relação de integrantes ativos.

h. Utilizar em suas manifestações a marca do Programa Consulados do Sport, sempre observando os fins e objetivos estabelecidos neste Regulamento.

i. Não utilizar, direta ou indiretamente, ou de qualquer forma fazer referência à marca, denominação, escudo, bandeira, mascote, lema, hino, combinação de cores e demais símbolos distintivos do Sport Club do Recife, inclusive marca do programa Consulados do Sport, para fins diversos dos estabelecidos neste regulamento.

j. Não promover ações, eventos, campanhas, publicidade ou propaganda com a utilização, direta ou indireta, da marca, denominação, escudo, bandeira, mascote, lema, hino, combinação de cores e demais símbolos distintivos do Sport Club do Recife, inclusive marca do programa Consulados do Sport, para fins comerciais, de autopromoção ou que vise captação de recursos financeiros ou vantagens de qualquer natureza, exceto mediante prévia e expressa autorização do Gestor do Programa.

k. Não se valer da condição de integrante do Consulado para obter vantagens ou benefícios indevidos junto ao Clube ou a Terceiros.

l. Abster-se de promover e/ou participar de eventos, manifestações ou dar declarações que, explícita ou implicitamente, sugiram serem o Consulado e/ou qualquer de seus integrantes representantes da instituição Sport Club do Recife.

Diante das cláusulas e condições do regulamento do programa Consulados do SPORT, a Leões do Cerrado, já realizou as seguintes medidas registrada em ATA do dia 13/08/2016.

1 – Ailton Valença como representante do grupo junto ao Gestor do Programa.

2 – A sede do Consulado Leões do Cerrado, continuará sendo o Restaurante Jardins D’Itália.

Para maiores informações entre em contato através do e-mail contato@leoesdocerrado.com.br ou nos jogos em nossa sede.

rodape

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *