Os destaques não são por acaso

fluxsport2

Por Henrique Santos

Após 6 rodadas, já visualizamos alguns pontos no Campeonato Brasileiro que parecem não serem por acaso. Sport e Ponte Preta são os únicos invictos, o Atlético PR o time que mais venceu (5) e menos sofreu gol (3), ao lado do Goiás, o Atlético MG o que apresenta o melhor ataque (14) e o futebol mais “vistoso” e o São Paulo o time que tem o maior acerto de passes (93%).

A partir desses números podemos analisar algumas características que estão distinguindo as 4 melhores equipes até então: Atlético PR, Ponte Preta, São Paulo e Sport.

É bem verdade que na classificação o Fluminense aparece em 4º e o galo em 5º, pelo menos até quarta-feira, quanto a equipe mineira recebe um Santos bem desfalcado em Belo Horizonte, mas acredito que a maioria há de concordar que o tricolor carioca não faz frente ao Atlético MG.

Começando pelo líder, o rubro-negro paranaense vem surpreendendo pelo péssimo estadual e Copa do Brasil, mas o técnico Milton Mendes deu uma cara nova à equipe e ajustou a defesa, que sofria muitos gols, com os laterais passando a não subir de forma desordenada, e a entrada de Walter e Nikão no time qualificou o ataque. A equipe joga com muita velocidade em Curitiba e aproveita bem o contra-ataque quando joga fora de casa. Com essa receita, venceu 5 das 6 partidas realizadas. Acredito que o Furacão deverá permanecer na parte de cima da tabela até o fim do primeiro turno.

Já o poderoso São Paulo passou por um momento turbulento com troca de treinador e a chegada de Osório, visto como um grande estudioso do futebol e com um salário bem inferior ao que os treinadores mais renomados do Brasil cobram. O comandante tem a simpatia de Rogério Ceni, que manda nos bastidores do grupo, e isso é importante. Com um meio-campo altamente técnico com Michel Bastos e Ganso, o tricolor paulista faz a diferença no quesito posse de bola e passes certos. É um time que disputará o título e só um desastre o tira do G4.

Passando a bola para Campinas, a Macaca vem sendo a grande sensação do campeonato. A equipe que subiu da Série B vem apresentando um futebol consistente desde o Paulistão e tem o melhor jogador do campeonato até o momento: Renato Cajá. O meia vem distribuindo assistências e também fazendo gols, e que golaços, e é o artilheiro do campeonato com 4 gols. Tem um sistema de marcação forte, com excelentes volantes como Fernando Bob e Josimar, e um ataque leve e rápido. Difícil segurar algumas peças até o fim do campeonato, mas se não perder as principais, deverá figurar na primeira página da tabela.

Já o galo mineiro é uma equipe que tem um excelente elenco, o treinador tem a equipe na mão e a equipe vem mordida pela desclassificação na Libertadores. Tem um ataque poderoso, jogadores velozes como Luan e um toque de bola veloz e objetivo. É muito forte jogando na Arena Independência e sofreu uma derrota para o Cruzeiro, porém em clássicos tudo pode acontecer. O Atlético deverá brigar pelo G4 e dependendo da sequencia de vitórias, pode até brigar pelo título.

Por último chegamos lá na Ilha do Retiro. O Sport também surpreende, dada a desconfiança da torcida antes do início. Mas o time se transformou da água para o vinho. Ainda não é um vinho do Porto, mas já podemos dizer que é um bom vinho de Mendoza. Com uma aplicação tática forte na marcação, e o crescimento da defesa com Matheus Ferraz e Samuel Xavier na lateral, o Leão é muito forte jogando em casa e muito aplicado quando joga fora. Passou 32 minutos perdendo um jogo durante todo o campeonato, que foi contra o Santos, e mostrou poder de reação até o último minuto. Eduardo Baptista tem méritos em rever suas convicções e já é o treinador há mais tempo no cargo. O atual Sport atingiu seu recorde de partidas invictas em Série A, igualando o feito de 1975: 13 jogos. Se reforçar bem o ataque e a equipe não perder o foco, não terá problemas em ficar na primeira parte da tabela, e pode até beliscar um G6. Lembrando que se o Inter for campeão da Libertadores e ficar no G4 da Série A e outra equipe do G4 for campeã da Copa do Brasil, o sexto colocado poderá garantir uma vaga à Libertadores.

Temos que citar que Internacional e Cruzeiro são duas equipes que em breve vão brigar pelo G4 e quiçá pelo título. Vamos deixar a bola rolar e conferir as surpresas e as novas tendências do campeonato.

Henrique Santos mora em Brasília-DF e integra as equipes da Leões do Cerrado e do Podcast Rápidas no Eu Pratico Sport.

O texto não reflete, necessariamente, a opinião do site Leões do Cerrado.

wpid-rodape1.png

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *